domingo, 15 de março de 2009

deus


melhor estar pelado
quando privada
a sós defeca
enfezado de fé
as fezes são
minhas orações
oro pelo ânus
antes orações
no esgoto
que na igreja
nem a mirra do padre
tiraria o cheiro
de minhas orações
ali no chão
em frente a cruz
antes descarga
que descarrego

acho que
sou deus
faço cocô
pelado

2 comentários:

Gabriela disse...

Nossa! Há muito tempo eu não passava por aqui. Repasso e dou de cara com Deus! Adorei esse poema. Mto bom.

Carneirinho disse...

O foco são sempre as pessoas. Quem vive na lama não é jesus mas sim joão e cabe ao joão a sua própria libertação, seja pelas fezes ou pelo grito.