terça-feira, 24 de novembro de 2009

vontade dos astros

Eric Fischl, "The travel of romance: scene V", 1994


qualquer sombra é luz

desde que se saiba
que ela é o verbo
da tessitura dos astros
que cortam e atravessam
nosso corpo,
deixando ali plantada,
uma luz

jogando-se então no chão
com tudo o que lhes sombra.

2 comentários:

Rene Serafim - "Juninho" disse...

Mesmo sendo sombra também é luz. Só é sombra porque é luz.

Carneirinho disse...

belissimo..