quinta-feira, 13 de dezembro de 2007

[Atribuição de Causalidade]



Atribuir causas
por estar na sala
mas não na aula.
Quais causas?

Como ser Psicologia
e não ser psicologizante?

De que vale a percepção
da mulher agredida?

"
58,7% das mulheres pesquisadas
perceberam a intenção do marido
de causarem danos físicos."


Números roxos latejantes,
porcentagens vermelhas gotejantes.
(o pontapé já existia antes do marido)
A dor tem tamanho?

Não estou na aula,
e isso tem causa.

Um comentário:

Carneirinho disse...

É impressionante como um dado numérico acalma a ânsia dos medíocres:

exemplo:
NO JORNAL NACIONAL:
Bonner:
- Poder de consumo da classe pobre cresce 5%.
Medíocre:
- Nossa.. o país ta melhorando.

Numa família de 12 pessoas, o que antes alimentava 1/4 da família (3 pessoas) agora alimenta 1/3(4 pessoas).Ou seja com esse "aumento de 5% poder de consumo", ao inves de 9 pessoas com fome, serão 8 apenas.

- Nossa.. o país ta melhorando.

É preciso mais ação e menos numeros.