segunda-feira, 14 de julho de 2008

dá pra rolar viu...

Sou um sonhador mesmo, mas sonho com coisas reais.
Aqueles que dizem que tudo é um sonho não querem ver, por razões nefastas, que a realidade dos sonhos é tão próxima quanto se queira.Rejeitar e falar e dizer que isso tudo é balela, é qualificar-se abaixo da neutralidade. Conduz ao fim. Despediçar uma vida inteira de potência parece ser mais cômodo para a maioria. O que há em nós que nos faz ver isso como verdade? E o que foi feito de nós? Tento não procurar saber e com a força do cosmos eliminar de mim todas as pontes fracas incutidas por um certo tempo em meu caminho. Todo alarde e medo criado pelos homens à respeito do misterioso e daquilo que toca a alma verdadeiramente, pernoita em nós diariamente cansando nossos ombros e nos fazendo olhar para baixo. Exige esforço físico e determinação assumir nossa identidade com nossa mente e coração e nossa relação principal com a terra. Mas a meu entender, essa deve ser a busca. Acho que vai fazer bem.

5 comentários:

Karenina disse...

Despediçar uma vida inteira de potência parece ser mais cômodo para a maioria.
Acredito ser essa a questão do sair da zona de conforto e se superar, sabe? As pessoas têm preguiça de tentar mudar e acabam medíocres.
Seu texto me fez recordar de um ditado de William James
“A genialidade, na verdade, significa pouco mais que a faculdade de perceber as coisas de um modo não-habitual”.

Carneirinho disse...

Cada um reage a essa faculdade de uma maneira diferente e acho que aí está a beleza humana. belo o teu blog.

Karenina disse...

E belas, as tuas palavras. Elas tocam, sabia?!
Posso colocar um link do seu blog no meu?
Fica bem!

Carneirinho disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Carneirinho disse...

Opa opa... claro que sim. Quem é o "chefe" aqui é o Alucino. É ele quem mexe e desmexe na estrutura do blog e já ta passando da hora de nós termos uns links por aqui incluindo o teu. Vou dar um toque nele! E obrigado pelas palavras. Faço das suas as minhas!