domingo, 10 de maio de 2009


poeta é uma profissão vagabunda
não há vagas
tampouco bundas